Faz a francesa

10 de Julho de 2013
Blois, França

Romane sugeriu que deixássemos um pouco de lado os triviais roteiros turísticos de Blois e fizésemos um verdadeiro programa de francês: ir ao cinema.

E não é que o povo gosta mesmo da coisa? Deve ser por isso que o cinema francês tem o título de “o mais dinâmico da Europa”.

Mal comparando, cinema lá é tipo futebol aqui: coisa seríssima! Assim como nós nos orgulhamos de sermos os melhores em campo, os franceses se orgulham de serem os precursores da sétima arte e da sua disseminação pelo mundo, sem esquecer, é claro do progresso desde a invenção pelos Irmãos Lumière até o atual glamour de Cannes.

Pois bem. Convidamos Benjamin e Antoine e fomos ao Cap Ciné, em Blois.

Entrada

Escolhemos a sessão de 20h do filme “Un Bonheur N’arrive Jamais Seul”. O ingresso (uma entrada inteira para filme em 2D) saiu por 8,90€, o que, convertido para reais na cotação atual, é mais caro do que a sessão de filmes em 3D nos dias mais caros (sextas, sábados e domingos) do cinema mais próximo da minha casa o.O 

Enfim, espantos econômicos a parte, o filme conta a história de Sacha — um exímio conquistador que vive sem obrigações e tem fobia de criança — e Charlotte, mãe de três filhos, com uma grande e promissora carreira profissional a gerenciar. Pessoas totalmente opostas que descobrem terem sido feitas uma para a outra.

Adorei! Não acho que o filme chegará às telonas brasileiras (a não ser na época do Festival Varilux), mas para quem curte produções francesas, fica aí a dica.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s