Quando a viagem começa a ter um gostinho de vida real

1º de julho de 2012
De Paris para Blois, França

Primeiro de julho.

Mais do que apenas mais um dos 365 dias do ano, essa data trazia consigo o pensamento de que faltava somente um mês para que eu retornasse ao Brasil. Àquele ponto, eu não tinha ideia do quão intenso seria o mês que estava pela frente, tampouco do quanto aprenderia antes de voltar para casa.
Mas não, não era hora de pensar nisso; não era hora de pensar em finais já que esse dia marcava o início de uma nova etapa da viagem: a vivência com uma família francesa.

Acordamos mais cedo que o normal, tomamos café e pegamos um ônibus particular que nos levou até a Gare d’Austerlitz. De lá, embarcamos num trem para Blois com escala (se é que assim pode ser chamado) em Orléans. A viagem durou somente 1h22min e a rapidez é apenas uma das diversas vantagens que eu poderia citar sobre viajar de trem pela França. De carro, o mesmo percurso seria feito em, no mínimo, duas horas e eu creio que o gasto com combustível e pedágios seria bem maior do que o valor investido em passagens de trem. O conforto também é algo determinante na hora de escolher o meio de transporte: eu viajei de segunda classe, paguei 13,40€ e posso te dizer que foi muitíssimo confortável. Dependendo do caso, vale a pena seguir a minha dica #DicaDaLaís

Essa é a paisagem predominante dos arredores da ferrovia. Aquela dose de bucolismo necessária a quem passou os últimos três últimos dias na agitada e glamorosa Paris.

Essa é a paisagem predominante dos arredores da ferrovia. Aquela dose de bucolismo necessária a quem passou os últimos três dias na agitada e glamorosa Paris.

Chegueeeei, pessoal! Estação de Blois \o/

Quando chegamos à Gare de Blois, logo reconheci Romane, minha sœur d’accueil (host sister, irmã-anfitriã), que era muito mais alta do que eu tinha imaginado. As francesas, em geral, são altas, né?! Ainda mais quando postas ao lado de uma pessoa de não mais de um metro e meio, como eu. Enfim, isso não vem ao caso. Eu estava falando sobre o que mesmo? Ah, sim! Romane também era bem doida e você vai ter prova disso ao longo das minhas postagens.
Marie-Paule e Roxanne, respectivamente minha mãe e prima daqui pra frente, também estavam lá para me receber. Não estava esperando que elas fossem me cumprimentar com abraços e dois beijinhos à la carioca, mas, com o passar do tempo, percebi que isso é comum no centro da França também, o que me fez sentir em casa.

Saímos da estação, entramos no carro e conversamos um pouquinho sobre os planos do dia. Pelo que minha irmã falou em “frenchenglish” (vou fazer um post sobre isso, aguardem!), entendi que iríamos a um churrasco na casa da Manon e depois iriamos conhecer a minha mais nova casa.
Ela também perguntou se eu tinha trazido biquini e eu disse que sim. Meu primeiro pensamento foi “opaaaa, partiu praia?!”, mas aí lembrei de que eu estava em BLOIS, no CENTRO da França, onde o mar não chega nem perto. Carioca só faz carioquisse mesmo! tsc

Então, quando cheguei ao local, entendi o motivo da pergunta: Manon estava dando uma pool party em comemoração ao fim do ano escolar.

E dá uma olhada no estilo da galera

E dá uma olhada no estilo da galera

O que passou pela minha mente foi:

THOUGHT

 

Enfim, mesmo pensando nisso tudo e ainda que totalmente contra a minha vontade, fui ao banheiro e coloquei o biquini. Voltei para a área da piscina procurando desesperadamente por um lugar para sentar e nunca mais levantar.

UFA, achei! Vou ficar aqui para sempre!

Aham, isso até que o Pierre, esse francês que aparece na foto — err.. como eu vou dizer? — circundando os mamilos, viesse gastar seu espanhol comigo dizendo um “te quiero esta noche” (ou seja lá como isso se escreve!). Vamos lá, NÚMERO UM: eu detesto que, baseadas em generalizações latino-americanas, as pessoas deduzam que no Brasil se fala espanhol. NUMERO DOIS: eu não entendo bulhufas de espanhol NUMERO TRÊS: “te quiero esta noche”, meu caro? Cê tá falando sério? HAHAHAHAHAHA, I CAN’T!
Foi engraçado. Pierre era mesmo um brincalhão, mas se não fosse Romane para me tirar daquele principio de saia justa… Sei não.

Não demorou muito para que  uma roda se formasse ao meu redor e todos começassem a me bombardear com perguntas sobre o que nós ouvimos no Brasil, o que assistimos, que artistas franceses conhecemos, o que gostamos de fazer nos tempos vagos, se eu curto praticar esportes, quantas línguas falo e o que quero fazer no futuro. Até o nome da presidente do Brasil quiseram saber! Agora imagina um monte de gente repetindo DilmaDilmaDilmaDilma com sotaque francês… Que delícia, hein?!

Esse interesse todo me fez sentir muito bem. Depois, a Lisa, essa linda que aparece na foto de maiô azul marinho, me convidou para dançar no wii.

HAHAHAHAH, TADINHA! MAL SABIA QUE EU SOU A DIVA DO JUST DANCE…

Pois é, ela não sabia, mas eu fiz questão de mostrar. Escolhi “Boom”, do Reggaeton Storm, que era a música que eu dançava praticamente todos os dias junto com Valentina (minha host sister americana) e AR-RA-SEI. Se você gosta de wii, de bater cabelo e assim como eu se acha a Beyoncé, clica aqui.

Até a hora que Marie-Paule voltou para nos buscar, cantamos, dançamos, almoçamos, lemos revistas de moda, fizemos desfiles a beira da piscina com saltos altíssimos (ê, futilidade!) e conversamos muito.

minha casa

minha casa

Eu morava em Chailles, a primeira comuna ao sul de Blois, e vocês tinham que ver como era linda a minha casa! A sala de estar logo se tornou o meu lugar favorito, pois era muito bem arejada, convidativa e confortável. Havia também um jardim com balanços, uma cesta de basquete e uma plantação de framboesas.

Desde o início, soube que me daria muito bem com a família que me acolheu, principalmente com Romane; sabia que ainda iríamos festejar muito por aí.
Ah, notei que na entrada de Blois tinha uma faixa com a bandeira brasileira e a frase “bem vindo a Blois”. Fiquei enchantée!

Um comentário sobre “Quando a viagem começa a ter um gostinho de vida real

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s